21/06/2024

Prefeitura inicia cursos de capacitação profissional em parceria com Senai e Senar

A Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet), deu início nesta semana aos cursos de qualificação profissional em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Ao todo, foram 116 vagas distribuídas em cinco cursos.

Os cursos fazem parte do projeto da gestão municipal que tem como objetivo principal qualificar a população que busca um novo emprego ou que deseja investir em seu próprio negócio. “Uma das políticas públicas da nossa administração é a capacitação profissional, notadamente dos jovens, porque com isso conseguimos possibilitar que eles tenham mais conhecimento e assim consigam mais oportunidades no mercado de trabalho”. explica o secretário da Semdet, Josenito Oliveira. 

Somente no ano passado foram mais de 500 sancristovenses que foram beneficiados pela iniciativa da Prefeitura e das entidades parceiras. Além dos cursos que estão sendo ofertados atualmente, a Prefeitura já está iniciando a preparação de novos cursos para o próximo semestre, como detalha a diretora do trabalho da Semdet, Neusa Malheiros. 

“Estamos buscando trazer em breve novos cursos em parceria com Senar, Sebrae e com o Sest/Senat, que fechamos parceria recentemente e vamos capacitar 30 mototaxistas. Do ponto de vista da qualificação profissional, o município vem investindo no sentido de preparar a população para as oportunidades de emprego que estão chegando no município junto às empresas locais e as que estão se instalando no município”, informa.  

Josenito Oliveira e Neusa Malheiros, secretário e diretora da Semdet

Senai

Com duração prevista até o mês de agosto, os cursos de Eletricista Instalador Predial Básico, Marcenaria Moderna, Auxiliar de Padeiro e Auxiliar de Confeiteiro ofertados pelo Senai estão sendo realizados nas carretas que estão localizadas no Centro Histórico da cidade. 

Thaís Barbosa, instrutora de alimentos do Senai, é a responsável pelas aulas no curso de Auxiliar de Padeiro, e explica que as aulas são divididas em dois módulos, sendo a parte teórica com 60 horas de duração e a prática com 100 horas. 

“Nesta primeira etapa eles vão aprender boas práticas de fabricação, segurança do trabalho, planejar a produção, além de entender alguns aspectos dos ingredientes e que efeito eles farão no final da produção. Já na segunda fase, eles vão colocar a mão na massa de fato e vão fazer tudo que tem na padaria como o pão cilindro, pão carteira, bolachão, e o carro-chefe que é o pão francês”, detalha a instrutora.

Thaís Barbosa, instrutora de alimentos do Senai

Maria Valdirene, conhecida popularmente como “Índia”, é uma das estudantes do curso. Para ela, essa é uma grande oportunidade para os moradores da cidade. “É de suma importância essa preocupação que a Prefeitura está tendo com a população. Aqui nós temos pessoas mais experientes na área, que vieram buscar maiores conhecimentos e se aprofundar ainda mais na sua área e os alunos que ainda não têm tanta experiência, mas que agora, através dessa oportunidade podem pensar em abrir seu próprio negócio no ramo”, comenta.

Maria Valdirene, aluna. Foto: Yago de Andrade

Senar

Já o curso Boas Práticas na Fabricação de Produtos Lácteos, ofertado pelo Senar, possui duração de 24h, sendo dividido em três dias, sendo dois práticos e um teórico. Nas aulas, os 17 alunos matriculados puderam aprender sobre a produção de produtos derivados do leite, como iogurte e diversos tipos de queijo.

Segundo a instrutora Glades Góes, o objetivo do curso é capacitar os alunos para que eles consigam produzir esses produtos e comercializá-los de maneira segura, sem causar danos à saúde do consumidor. “Eles aprendem aqui no curso as etapas de manipulação de higiene pessoal, higiene dos equipamentos, utensílios e os diversos produtos, ou seja, aqui eles saem capacitados para fabricar queijos artesanais, iogurte, bebida láctea, requeijão e alguns derivados lácteos”.

Glades Góes, instrutora do Senar

Ela também ressalta a importância da parceria entre Senar e Prefeitura visando a capacitação dos moradores da cidade. “O Senar vem capacitar os produtores com o objetivo de dar uma melhor qualidade de vida tanto econômica como social. Muitos daqui não tiveram a oportunidade de fazer um curso e estão fazendo para entrar na área, e outros que já trabalham no ramo podem ter mais conhecimento para aprimorá-lo”. 

Essa importância também é destacada pelo agente mobilizador da Sala do Produtor Rural, Edyjhon Nascimento dos Santos. “Aqui nós temos um grupo variado de pessoas, que vai desde o pequeno produtor até comerciantes que estão querendo desenvolver o seu próprio produto para comercializar no município. Então esse curso vem para agregar ainda mais para essas pessoas e funciona como um grande incentivo para elas”.

Agente mobilizador da Sala do Produtor Rural, Edyjhon Nascimento

Uma das alunas do curso é a produtora rural e moradora do Acampamento Emília Maria, Dulciene Rodrigues. Ela conta que ficou sabendo da capacitação através da equipe da Sala do Produtor Rural e logo decidiu se inscrever. “É um curso muito bom e que vai ser muito importante para nós do acampamento, porque vamos poder continuar produzindo para as nossas famílias e também tendo renda com isso”, acredita.

Produtora rural e moradora do Acampamento Emília Maria, Dulciene Rodrigues

Fotos: Heitor Xavier

Publicado por Yago de Andrade Santos
Fotos por Yago de
Personalize suas opções de acessibilidade