A poucos dias do Carnaval, os comerciantes do Eduardo Gomes estão com expectativa positiva em relação às vendas. Os segmentos de artigos para festa, de fantasias e de bebidas são os mais procurados pelos consumidores.

Numa loja de artigos decorativos no centro do Conjunto, os funcionários esperam um crescimento de 15% nas vendas no período, como afirmou a comerciária Maria do Carmo. “As pessoas já começaram a procurar os adereços. O movimento já cresceu muito e renovamos o estoque. Acreditamos que vamos vender mais que o carnaval do ano passado e trabalhamos com a média de 15%. As pessoas procuram muito fantasia e adereços de cabelo”, afirmou.

Já na loja de Paloma Camila, as promoções chamam a atenção dos consumidores. Ela acredita que, mesmo com a crise, o folião não dispensa a diversão do período.
"Temos muitas promoções para o carnaval. As pessoas não querem gastar muito, mas sempre compram um adereço, um copo colorido. As vendas estão fluindo”.

O estudante Alex da Silva é um desses foliões que procuram aliar economia e diversão. “A gente aperta e escolhe uma fantasia mais simples para não perder a brincadeira”.

No setor de alimentos e bebidas, os comerciantes também estão animados. Ana Neri é proprietária de um mini supermercado e conta que ampliou o horário de funcionamento para atender melhor o público. “Sempre vendemos mais nesse período. Com crise ou sem crise ninguém deixa de brincar carnaval. Vamos funcionar no domingo e na terça para atender o pessoal dos bloquinhos. Estamos confiantes nas vendas”.


Fonte: Márcio Garcez. 
 
 


Alex
Ana Neri